Líder da resenha, ‘moderador’ Balbuena espera Jadson no WhatsApp do Corinthians

Marlone revelou que Balbuena é um dos principais brincalhões do elenco corinthiano

Jadson está próximo de ser anunciado reforço do Corinthians para a temporada de 2017

E uma de suas primeiras atribuições como jogador do Timão será aceitar um convite um tanto curioso do zagueiro paraguaio Fabián Balbuena: o do grupo de WhatsApp do clube, composto apenas por atletas.

Em entrevista nesta quarta-feira, no CT Joaquim Grava, o “moderador” Balbuena disse que o nome do ex-camisa 10 do Corinthians não é comentado pelos participantes do grupo, mas que incluirá o contato do meia assim que o mesmo for confirmado de volta no Parque São Jorge.

“Ainda não (falamos sobre o Jadson), é mais alegria, os caras fazem montagem dos caras, e tem até jornalista (risos). É mais para alegria, dar risada, não falamos nada do Jadson, é mais coisa interna do grupo”, brincou. “Sou o administrador, se ele acertar, com certeza vai estar. Assim como os garotos que estão na Seleção Sub-20”, complementou Balbuena.

Bem-humorado, o defensor alvinegro afirmou não saber o motivo da inexistência do grupo corinthiano no aplicativo de mensagens instantâneas em 2016. “Não sei, lá no Paraguai a maioria dos times tem. Como cheguei ano passado, não sabia como era o sistema aqui, mas esse ano conversamos e chegamos a esse consenso de criar para ver como rolava. Até agora está dando certo”, explicou o beque.

“É muita resenha, a gente criou esse grupo nos Estados Unidos pra fazer avisos, jogar programações da semana, e começou toda a bagunça, mas é bem com respeito, integração do pessoal que está chegando agora, e está dando resultado. Muita resenha e caindo muita malandragem, principalmente dos brasileiros”.

Sincero, Balbuena ainda recordou a entrevista do companheiro Moisés na qual o lateral-esquerdo revela ser alvo das brincadeiras do elenco e do próprio zagueiro. Questionado sobre o assunto, o paraguaio cai na risada e, embora evite citar nomes, entrega o camisa 6. “Não posso dar nomes (risos), mas todo mundo está aportando o seu grau de ‘trairagem’ no grupo, mas no bom sentido. Vi que Moisés é alvo, mas ele também não é muito inocente (risos). O ambiente é muito bom, e estamos procurando coisas para descontrair para tirar essa seriedade, ambientar os caras e ter esse ambiente bom”, finalizou.

Fonte: Meu Timao

Leia também:
Fluminense finaliza ‘burocracia’, e Corinthians se aproxima de anúncio de Sornoza
Agente e advogado de Boselli são aguardados pela diretoria do Corinthians nesta quinta-feira
Corinthians e Santos finalizam detalhes para a realização de amistoso na Arena; data está definida
Quebra-cabeça: Corinthians inicia 2019 com 31 jogadores no elenco; oito são atacantes