Último treino não define titulares do Corinthians, mas indica chance de quarteto contra Atlético-PR

Clayson pode voltar ao Corinthians como titular diante do Atlético-PR (Foto: Rodrigo Vessoni/Meu Timão)

O último treinamento do Corinthians antes do jogo contra o Atlético-PR, na tarde desta sexta-feira, no CT Joaquim Grava, não apresentou a equipe titular que iniciará neste sábado, às 21h, na Arena. Os titulares, que enfrentaram a Chapecoense na última quarta-feira, ficaram na parte interna.

Durante a atividades dos reservas no campo, sob frio e chuva, um indício de que mudanças poderão acontecer na equipe titular do Corinthians. O zagueiro Léo Santos, o volante Thiaguinho, o lateral-esquerdo Carlos Augusto e o atacante Clayson foram retirados da atividade bem antes dos demais.

É possível que a preservação do quarteto na véspera do jogo possa ser um indício que serão utilizados por Osmar Loss diante do Atlético-PR. Léo Santos poderia entrar na vaga de Henrique, que chegou a 40 jogos seguidos ou até mesmo de Gabriel, que sentiu desgaste no último domingo.

Thiaguinho, por sua vez, poderia entrar de primeiro volante na vaga de Gabriel ou até mesmo de Douglas que, apesar de jovem, chegou recentemente do Fluminense e não vinha jogando no clube carioca.

O jovem Carlos Augusto, da Seleção sub-20, poderia ser uma simples troca na lateral esquerda. Danilo Avelar, que atuou no futebol europeu nos últimos oito anos, poderia ganhar um refresco após tantos jogos na sequência quarta e domingo.

Clayson entraria na vaga de um dos jogadores ofensivos. Se o preservado for Jadson, Mateus Vital seria utilizado mais centralizado, como meia. Se for na vaga de Romero ou Vital, entraria pelos lados.

Fonte: Meu Timão

Leia também:
Sem esquecer Balbuena, Andrés admite conversas em andamento por renovação de Romero
Déficit do Corinthians aumenta em 2018 e ultrapassa R$ 21 milhões; dívida total é de R$ 504 mi
Corinthians conhece seu grupo no Campeonato Paulista de 2019; mata-mata terá VAR
Corinthians tem parte da premiação na Copa do Brasil bloqueada por dívida; clube rebate