Santo André quebra marca de quase três anos do Corinthians e da própria Arena

Corinthians perdeu mais que os três pontos neste sábado em Itaquera

O Corinthians deixou o Santo André fazer história na noite de sábado em Itaquera. A inesperada derrota por 2 a 0, diante de quase 19 mil torcedores, quebrou uma marca impressionante do Timão: três anos de invencibilidade como mandante no Campeonato Paulista.

A última derrota do Timão como mandante no Estadual tinha ocorrido no dia 9 de março de 2014, para o São Paulo, por 3 a 2, quando ainda atuava no estádio do Pacaembu. Daquele clássico até o duelo com a equipe do ABC paulista, 17 vitórias e quatro empates do Corinthians diante de sua torcida.

O revés para o Santo André também quebrou uma outra marca bastante significativa: foi o primeiro registrado pela Arena Corinthians no Campeonato Paulista. A equipe passou invicta em Itaquera nos anos de 2015 e 2016, sendo eliminada nos pênaltis após dois empates por 2 a 2, diante de Palmeiras e Audax Osasco. Derrota nos 90 minutos em Estadual? Foi a primeira neste sábado para o time do ABC.

O Santo André, aliás, conseguiu ir além: igualou o Guaraní do Paraguai, com uma partida disputada na Arena e uma vitória. Apenas nesses dois confrontos o Corinthians tem 0% de aproveitamento em seu novo estádio na zona leste paulistana. Com todos os outros 50 adversários, o Timão ao menos pontuou.

E o próximo compromisso do Corinthians em Itaquera não vai demorar a acontecer. Será nesta quarta-feira, às 19h30, contra o Novorizontino. O técnico Fábio Carille deverá ter todos seus jogadores à disposição, incluindo Giovanni Augusto, que ficou fora da partida deste sábado.

Fonte: Meu Timao

Leia também:
Fluminense finaliza ‘burocracia’, e Corinthians se aproxima de anúncio de Sornoza
Agente e advogado de Boselli são aguardados pela diretoria do Corinthians nesta quinta-feira
Corinthians e Santos finalizam detalhes para a realização de amistoso na Arena; data está definida
Quebra-cabeça: Corinthians inicia 2019 com 31 jogadores no elenco; oito são atacantes