É nosso! Corinthians vence Batatais e conquista o décimo título da Copa São Paulo

Carlinhos terminou com o título e com a artilharia da competição

A equipe, comandada por Osmar Loss, entrou em campo brigando pelo seu décimo título da Copa São Paulo que se encerra tradicionalmente no aniversário da cidade

O jogo começou às 16 horas no Pacaembu.

A partida, que seria originalmente contra o Paulista, teve horário e finalista alterado após a denúncia de um jogador irregular que atuou pela equipe de Jundiaí. O atleta conhecido como Brendon usava documentos que pertenciam a outra pessoa, para ter a idade adulterada e participar da competição.

Assim, o Paulista acabou punido e Batatais conquistou a vaga. Mesmo tendo sido goleado na partida anterior o time do interior agarrou a chance de jogar a final e deu muito trabalho para o invicto elenco alvinegro. Paulo Lippi, técnico do Batatais, apostou no jogo recuado e na cera para tentar levar a partida para a disputa de pênaltis.

Loss, que não pode contar com o Guilherme Romão, manteve todo o restante da equipe titular no tradicional 4-2-3-1, com Filipe, Samuel, Thiago, Del’Amore, Luisinho, Renan, Mantuan, Pedrinho, Oya, Marquinhos e Carlinhos.

O jogo

O Corinthians encarou uma equipe extremamente defensiva, com marcação dupla e organizada que estava decidida a dar trabalho. O Batatais apostou no jogo recuado, faltoso e na cera para segurar o empate na primeira metade da partida.

A equipe comandada por Paulo Lippi chegou até mesmo a conseguir dois lances perigosos no contra-ataque, quando o Timão precisou contar com a qualidade do goleiro Filipe. Mesmo assim, o domínio foi alvinegro e o Corinthians mostrava mais disposição para o jogo, criando jogadas, investindo no toque de bola e até na jogada individual.

Depois da parada para o intervalo, o Corinthians voltou sem alterações. Porém, aos 5 minutos, Loss precisou fazer a primeira substituição. Samuel sentiu dores musculares e foi substituído por Guedes. Tentando chegar ao gol, o Timão acelerou o ritmo da partida e criou muito, mas não conseguia alterar o marcador.

Assim, aos 24 minutos, coube ao treinador corinthiano mudar a equipe e forçar ainda mais a velocidade do ataque corinthiano. Luisinho e Fabricio Oya deixaram o campo para as entradas de Lucas Minele e Matheus. Descansado, o Timão lutou para que o Batatais – que se classificou nos pênaltis nas oitavas e quartas de final – não conquistasse o empate no tempo regulamentar.

Após a parada para hidratação, o Corinthians acelerou ainda mais e colocou o Batatais sob intensa pressão. O jogo aumentou em tensão, em especial quando parte da torcida corinthiana acendeu sinalizadores e acabou parando o jogo exatamente no momento em que o Timão mais pressionava.

A partida ficou paralisada por 4 minutos, até que os sinalizadores fossem apagados e o árbitro Cléber Paulino reiniciasse o jogo. Na sequência, Pedrinho roubou a bola no meio campo, tocou para Marquinhos que cruzou com perfeição para Carlinhos.

O atacante marcou e conquistou seu 11º gol na competição. Logo depois, foi a vez de Carlinhos retribuir. O camisa 9 tabelou com Marquinhos, e chutou para o gol. A bola, porém, sobrou no rebote e foi a vez do 11 corinthiano ampliar o placar e fazer Corinthians 2 a 0.

A partida, porém, ainda não tinha chegado ao fim: num lance de contra ataque o Batatais devolveu e Douglas Pote acabou marcando de cobertura em uma distração da defesa corinthiana. Após 9 minutos de acréscimo, no entanto, o árbitro terminou a partida e definiu o décimo título corinthiano.

Fonte: Meu Timao

Leia também:
Fluminense finaliza ‘burocracia’, e Corinthians se aproxima de anúncio de Sornoza
Agente e advogado de Boselli são aguardados pela diretoria do Corinthians nesta quinta-feira
Corinthians e Santos finalizam detalhes para a realização de amistoso na Arena; data está definida
Quebra-cabeça: Corinthians inicia 2019 com 31 jogadores no elenco; oito são atacantes