Vampeta explica qual foi seu papel na negociação do Corinthians com Drogba

Vampeta, numa mesa de bar, ao lado de Campoy, sugeriu o nome de Drogba ao Corinthians

O nome do ex-volante e hoje comentarista de rádio Vampeta surgiu como possível responsável pelas negociações do Corinthians com o marfinense Didier Drogba

Em entrevista ao site da ESPN, o Velho Vamp explicou qual foi seu papel na história.

Pouco antes do fim do ano, lá pelo dia 17 dezembro, eu estava olhando quem ganha mais na liga dos Estados Unidos. E Kaká, dentre os estrangeiros, é quem ganha mais. Tinha na lista o Lampard, o Gerrard, o David Villa… Uma galera – contou.

Foi neste momento que Vampeta reparou que Drogba era um dos estrangeiros com salário mais modesto no futebol da América do Norte – na época, estava vinculado ao Montreal Impact, do Canadá.

Chegou o 1º dia do ano, parei em um bar lá no Tatuapé e meu amigo Campoy apareceu e me disse: ‘O São Paulo está agitando com o Rogério Ceni, o Palmeiras é campeão brasileiro, o Santos é vice- campeão e do Corinthians só falam de escândalo, de atraso de salários… Qual um atacante bom que tem no mundo, pra dar uma agitada? – lembrou.

Aí eu disse que tinha uma lista com o quanto ganhava cada estrangeiro lá nos Estados Unidos. E viu que o Drogba ganhava US$ 130 mil, US$ 140 mil. Ele olhou e achou um bom nome – completou.

A partir daí, Campoy, que tem influência nos bastidores do Corinthians, passou a conduzir a negociação com os representantes de Drogba lado a lado com o então superintendente de marketing do clube Gustavo Herbetta. Vampeta, portanto, não entrou em momento algum em contato com o craque marfinense.

Eu nunca falei com o Drogba na minha vida. Só entreguei a lista dos jogadores ao Campoy e ele disse que esse salário dava pra pagar aqui no Brasil – esclareceu.

Fonte: Meu Timao

Leia também:
Fluminense finaliza ‘burocracia’, e Corinthians se aproxima de anúncio de Sornoza
Agente e advogado de Boselli são aguardados pela diretoria do Corinthians nesta quinta-feira
Corinthians e Santos finalizam detalhes para a realização de amistoso na Arena; data está definida
Quebra-cabeça: Corinthians inicia 2019 com 31 jogadores no elenco; oito são atacantes