Oferta do Timão por Drogba ganha concorrência milionária do Canadá

Drogba tem proposta milionária para voltar ao futebol do Canadá

Os dirigentes do Corinthians aguardam a resposta do atacante marfinense Didier Drogba por uma proposta inovadora feita pelo clube

Enquanto isso, o clube ganhou uma concorrência: o Impact de Montreal, último clube do jogador, também fez uma proposta.

O clube do Canadá formalizou nas últimas horas uma proposta no valor de 2,1 milhões de dólares por uma temporada ao atacante – isso daria um salário mensal de aproximadamente 175 mil dólares. A proposta do Corinthians gira em torno de 120 mil dólares por mês.

Para vencer o Montreal e também o Olympique de Marseille, que entrou na briga por Drogba, o Corinthians resolveu ousar e apostar em outros pontos.

A coluna teve acesso aos principais detalhes da proposta ao jogador de 38 anos de idade. Drogba, caso vista a camisa do Timão, vai ter:

  • um espaço dentro do Parque São Jorge para arrecadar fundos para a Fundação Drogba;
  • parte da renda obtida com a venda de camisas será revertida para a mesma fundação;
  • amistoso do Corinthians na cidade marfinense de Abidjan, local de nascimento do atleta;
  • construção de escolinhas Chute Inicial do Corinthians em parceria com a Fundação Drogba

O representante do Corinthians nas negociações, Gustavo Herbeta, já está no Brasil e aguarda para ainda esta segunda-feira, no final da tarde, ou no mais tardar nesta terça uma resposta dos agentes do jogador.

O presidente Roberto de Andrade não descarta também aumentar a oferta financeira para seduzir o jogador, mas nada comparado à milionária proposta da equipe da Major League Soccer.

Fonte: Meu Timao

Leia também:
Fluminense finaliza ‘burocracia’, e Corinthians se aproxima de anúncio de Sornoza
Agente e advogado de Boselli são aguardados pela diretoria do Corinthians nesta quinta-feira
Corinthians e Santos finalizam detalhes para a realização de amistoso na Arena; data está definida
Quebra-cabeça: Corinthians inicia 2019 com 31 jogadores no elenco; oito são atacantes