Líderes da Gaviões da Fiel cobram Andrés Sanchez, que fala em reforços e abrir contratos

Torcedores se reuniram com o presidente Andrés Sanchez na sede social do Parque São Jorge (Foto: Reprodução/Internet)

A negociação de jogadores importantes e o risco real de rebaixamento começam a surtir efeito nos bastidores do Corinthians. Insatisfeitos com o momento alvinegro, seis líderes da Gaviões da Fiel, maior torcida organizada do clube, se reuniram com o presidente Andrés Sanchez na manhã desta quinta-feira, no Parque São Jorge.

Além de discutir situação delicada no Campeonato Brasileiro, onde a equipe pode entrar na zona da degola já na próxima rodada, os torcedores cobraram os próximos passos da direção corinthiana. Em 1h30 de conversa, foram abordados os seguintes pontos:

  • Cobraram que Andrés Sanchez compareça ao conselho da Gaviões para falar com outros membros da torcida;
  • Gestão financeira do clube, como por exemplo a questão da Arena e o contrato com a Omni;
  • Por meio de empresa contratada, a torcida pretende fazer uma auditoria para analisar os contratos dos jogadores;
  • Planejamento para 2019 (entradas e saídas): presentes na reunião ouviram que quatro jogadores serão contratados.

O Timão, vale destacar, já anunciou dois reforços para o ano que vem: Gustavo Mosquito e Michel Macedo. Além da dupla, tem acerto encaminhado com o atacante André Luis, que já marcou dez gols na Série B deste ano pela Ponte Preta.

Essa, cabe ressaltar, não é a primeira atitude de cobrança da Gaviões da Fiel nos últimos tempos. Em agosto, após três derrotas consecutivas da equipe alvinegra, sete líderes da organizada compareceram ao CT Joaquim Grava, onde conversaram com os jogadores, garantindo apoio, mas cobrando melhora.

Fonte: Meu Timão

Leia também:
Fluminense finaliza ‘burocracia’, e Corinthians se aproxima de anúncio de Sornoza
Agente e advogado de Boselli são aguardados pela diretoria do Corinthians nesta quinta-feira
Corinthians e Santos finalizam detalhes para a realização de amistoso na Arena; data está definida
Quebra-cabeça: Corinthians inicia 2019 com 31 jogadores no elenco; oito são atacantes