Cássio sugere Flamengo favorito, mas aponta diferencial do Corinthians para semi da Copa do Brasil

Cássio não levou gol em nenhum dos jogos das quartas de final da Copa do Brasil (Foto: Reprodução/TV)

Com a vitória dessa quarta-feira sobre a Chapecoense, o Corinthians se garantiu nas semifinais da Copa do Brasil de 2018. E já sabe quem será o adversário: o Flamengo. Principal liderança da equipe alvinegra atualmente, Cássio adotou discurso bastante honesto ao projetar o confronto mata-mata contra os cariocas.

Ainda na Arena Condá, já no início de madrugada desta quinta, o camisa 12 do Corinthians sugeriu o Flamengo como favorito para o duelo. Engana-se, no entanto, quem pensa que com isso Cássio minimizou as chances de o Timão chegar à final do torneio. O arqueiro, aliás, fez questão de citar um diferencial alvinegro para a disputa:

“Se você for ver em questão de elenco, gasto e investimento, acredito que o Flamengo já vem há um bom tempo tendo investimento alto, o elenco deles é caro, mas dentro de campo são 11 contra 11. O Corinthians é um clube que vem provando isso ao longo dos anos, que nada é impossível. Acho que o ano passado foi onde todo mundo achava que não ia ganhar nada, não ia brigar por nada, que brigaríamos pelo rebaixamento. Humildade de trabalhar, confiamos nos companheiros, sabemos que todo mundo é importante. E pés no chão”, ponderou o goleiro corinthiano, se referindo à trajetória da equipe no heptacampeonato brasileiro de 2017, embalado pela campanha #NuncaFoiFácil.

“Zebra” ou não, defender o Corinthians na semifinal da Copa do Brasil é algo inédito para Cássio. O arqueiro, afinal de contas, chegou ao clube em 2012 – e a última participação do Timão em tal fase do torneio aconteceu em 2009 (ano do último título, aliás).

“É verdade. Espero que possa ter muita alegria. É um título que eu ainda não conquistei, mas vamos jogar contra uma grande equipe, uma equipe muito competente, que chegou também com seus méritos, que chegou contra uma outra grande equipe, que é o Grêmio. Então é um jogo bem complicado, mas é semifinal. Se a gente almeja buscar o título, a gente não tem o que escolher. Acho que a partir dessas fases não tem mais escolher adversário ou quem vai enfrentar. Eu acho que quem vir nós temos que nos preparar para tentar eliminar”, falou.

A CBF ainda não formalizou as datas muito menos os mandos de campo das semifinais. O que se sabe é que Corinthians e Flamengo se enfrentam no próximo mês de setembro (possivelmente nas semanas dos dias 12 e 26). Até lá, o Timão tem de “desligar a chave” da Copa do Brasil e focar nas recuperações no Brasileirão e na Libertadores. Cássio sabe disso:

“Temos uns jogos no Brasileiro, temos que nos recuperar, viemos de resultados negativos. Precisamos ficar próximo do pessoal da Libertadores. Temos um turno inteiro pra gente, ainda que o campeonato esteja aberto. Não podemos falar em brigar por título se não estamos nem no grupo da Libertadores. Vamos pensar passo a passo, jogo a jogo, com os pezinhos no chão e vamos ver o que acontece”, resumiu o arqueiro.

O Corinthians volta a campo na noite deste domingo, às 19h, na Arena, em Itaquera, contra o Grêmio, pela 19ª e última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Pela Libertadores, o Timão recebe o Colo-Colo dia 29 pelo jogo de volta das oitavas de final.

Fonte: Meu Timão

Leia também:
Sem esquecer Balbuena, Andrés admite conversas em andamento por renovação de Romero
Déficit do Corinthians aumenta em 2018 e ultrapassa R$ 21 milhões; dívida total é de R$ 504 mi
Corinthians conhece seu grupo no Campeonato Paulista de 2019; mata-mata terá VAR
Corinthians tem parte da premiação na Copa do Brasil bloqueada por dívida; clube rebate