Abel Braga foi oferecido ao Corinthians antes de demissão no Fluminense; Andrés já tinha posição

Abel Braga pediu demissão do Fluminense neste sábado (Foto: Divulgação)

Abel Braga foi oferecido ao Corinthians antes mesmo da confirmação de sua saída do Fluminense, ocorrida na tarde deste sábado, no Rio de Janeiro. O Meu Timão apurou que um empresário com trâmite no futebol brasileiro entrou em contato com Andrés Sanchez para informá-lo da real possibilidade de o treinador não continuar no clube carioca.

O presidente do Corinthians, segundo apurou a reportagem, gosta do trabalho de Abel, principalmente sua maneira de conduzir o dia a dia. Porém, na sua cabeça, já estava definido que Osmar Loss será mantido no cargo após a Copa do Mundo do Rússia, principalmente pelo fato de o jovem treinador não tido oito jogadores importantes à disposição, entre outros fatores.

Além disso, Andrés não deu aval ao empresário para uma possível contratação de Abel por não estar disposto a pagar um alto salário a nenhum treinador – especula-se que ganhava R$ 600 mil no Fluminense. Outro motivo seria porque o treinador comandava o Internacional que ajudou a rebaixar o Corinthians em 2007 ao perder do Goiás em Goiânia. Todos os envolvidos do clube gaúcho naquele jogo que confirmou a queda para a Série B são vistos por Andrés como persona non grata.

Uma mudança de postura de Andrés agora com a confirmação da saída do Fluminense seria surpresa até para seus amigos mais próximos e diretores aliados.

Fonte: Meu Timão

Leia também:
Fluminense finaliza ‘burocracia’, e Corinthians se aproxima de anúncio de Sornoza
Agente e advogado de Boselli são aguardados pela diretoria do Corinthians nesta quinta-feira
Corinthians e Santos finalizam detalhes para a realização de amistoso na Arena; data está definida
Quebra-cabeça: Corinthians inicia 2019 com 31 jogadores no elenco; oito são atacantes