Atacante diz que não quer ser emprestado e que vai pedir para ficar no Corinthians

Bruno Paulo estreou pelo Corinthians na noite da última quarta-feira

A vitória do Corinthians por 1 a 0 sobre a Ferroviária, no amistoso da última quarta-feira, na Arena, rendeu um “problema” ao técnico Fábio Carille

Após quase um ano no clube, Bruno Paulo enfim estreou com a camisa alvinegra. E isso foi motivo para o atacante se sentir confiante na permanência no Timão para a disputa do Campeonato Paulista.

“Para mim não chegou nada sobre ser emprestado. Não quero ser. Meu sonho é jogar aqui. Até agora não chegou nada e, mesmo se chegar, vou pedir para ficar. Meu sonho é fazer o que fiz hoje: voltar a jogar depois de seis meses, voltar a fazer o que gosto. Se me chamarem, vou falar que eu não quero. Quero ser inscrito para ajudar o Corinthians”, declarou após o jogo dessa quarta, na zona mista da Arena, conforme reproduzido pelo portal Uol.

A situação de Bruno Paulo é a seguinte: a comissão técnica não vê espaço para o atacante de 26 anos entre os 28 inscritos do clube no Estadual. Assim, a diretoria negocia um empréstimo com o Audax, seu ex-clube, para a disputa do Paulistão. Após enfim estrear com a camisa alvinegra, o atleta teve revigoradas suas esperanças de seguir no elenco.

“Só minha mãe minha mulher sabe o que passei. Fiz duas operações e nunca tinha operado na minha vida. Achei que fui bem (no amistoso) e posso melhorar muito. Quero ficar”, disse.

Bruno Paulo chegou ao Corinthians após o Paulistão de 2016, quando se destacou pelo Audax. Ao longo da temporada, porém, passou por problemas médicos como fratura no pé e hérnia. Assim, acabou vetado pelo departamento médico ao longo de praticamente todo o ano passado. Ele tem contrato com o Corinthians até o fim de 2018.

Fonte: Meu Timao

Leia também:
Fluminense finaliza ‘burocracia’, e Corinthians se aproxima de anúncio de Sornoza
Agente e advogado de Boselli são aguardados pela diretoria do Corinthians nesta quinta-feira
Corinthians e Santos finalizam detalhes para a realização de amistoso na Arena; data está definida
Quebra-cabeça: Corinthians inicia 2019 com 31 jogadores no elenco; oito são atacantes