Jadson se assusta com algumas críticas de corintianos na internet

jadson-se-assusta-com-criticas

Depois de cerca de 14 horas de voo em seu retorno ao Brasil, vindo da China, Jadson aproveitou uma escala em paris para ligar o celular e acessar a internet. Teve uma surpresa negativa.

Parcela da torcida do Corinthians o chamava de mercenário em diferentes fóruns e pedia para que ele seguisse no futebol chinês, pouco depois da rescisão contratual com o Tianjin Quanjian.

Apesar de muitos torcedores pedirem seu retorno, o meia ficou assustado com a rejeição parcial, de acordo com gente próxima a ele. Quem convive com o jogador diz que a preferência declarada pelo Corinthians se justifica pelo fato de ele conhecer o clube e ser ídolo da torcida, o que facilitaria a readaptação ao futebol brasileiro. E que as ofensas o fizeram enxergar outro lado da moeda e pensar com mais cuidado se vale, por exemplo, recusar uma oferta financeiramente melhor para retornar ao alvinegro.

A reação negativa de parte da Fiel aconteceu por causa do noticiário a respeito de seus empresários terem pedido luvas de R$ 10 milhões para concretizarem a transferência. Os agentes do jogador negam que essa tenha sido a pedida, mas não falam sobre valores da negociação, que segue em andamento.

Nos bastidores, representantes do meia declaram existirem outros clubes interessados no atleta. Um deles, o Atlético-MG, já teria oferecido mais do que o time paulista. O Corinthians vive acentuada crise financeira e espera que a afinidade de Jadson com o clube pelo qual foi campeão brasileiro em 2015 pese.

Apesar da surpresa com as críticas feitas por parte dos torcedores, Jadson já havia sido chamado de mercenário na internet por torcedores descontentes com a sua ida para o futebol chinês.

Na noite desta terça, os comentários mais recentes na conta do jogador no Twitter eram de apoio dos corintianos.

 

Fonte: UOL

Leia também:
Fluminense finaliza ‘burocracia’, e Corinthians se aproxima de anúncio de Sornoza
Agente e advogado de Boselli são aguardados pela diretoria do Corinthians nesta quinta-feira
Corinthians e Santos finalizam detalhes para a realização de amistoso na Arena; data está definida
Quebra-cabeça: Corinthians inicia 2019 com 31 jogadores no elenco; oito são atacantes