Gustavo lamenta passagem sem gols pelo Corinthians e afirma: ‘Ficou um gosto de quero mais’

Gustavo lamenta passagem sem destaque pelo Timão e garante foco no Bahia em 2017

Emprestado pelo Corinthians ao Bahia para temporada de 2017, o atacante Gustavo lamentou a passagem sem destaque que teve no clube do Parque São Jorge

Com vínculo contratual com o Timão até 2020, o jogador ressaltou a vontade de ter uma sequência na equipe alvinegra, que deixou um “gosto de quero mais” em sua carreira.

– Ficou um gosto de quero mais. Todos sabiam da minha vontade em ter sequência no Corinthians, mas infelizmente isso não foi possível”, contou Gustavo durante entrevista concedida à ESPN.com. “Creio que Deus sempre tem um propósito, e ele não me colocou no Bahia à toa. Então alguma coisa ele está agindo em minha vida aqui no novo clube. O importante é que estou muito focado e determinado para ajudar o Bahia – completou.

Contratado em agosto do ano passado com muita expectativa ao seu redor, como o centroavante que o time precisava, Gustavo não engatou no Corinthians. Artilheiro na Série B pelo Criciúma, onde chamou atenção da diretoria corinthiana, o jogador de 22 anos deixou a equipe alvinegra sem marcar gols e com apenas nove partidas disputadas.

– Não sei dizer o que ocorreu de fato, pois sempre que atuei pelo Corinthians entrava em campo bastante determinado em ajudar, mas infelizmente a bola não entrava. Agora é vida nova, quero contribuir dentro de campo para ajudar o Bahia e deixar nas mãos de Deus que ele sabe o melhor para minha carreira – contou o atacante.

Questionado sobre a pressão de jogar pelo Timão, Gustavo ressaltou que foi muito bem acolhido no grupo desde a sua chegada por todo elenco corinthiano. Com uma imagem sua com a camisa 9 do Corinthians tatuada na perna, o jogador garantiu que o gesto realizado em sua estreia no clube não interferiu em sua atuação.

– Pressão sabemos que existe em todos os lugares, mas a diretoria, a comissão técnica e os próprios jogadores do Corinthians sempre me acolheram muito bem. Quanto a tatuagem não influenciou em relação a pressão – finalizou o jogador.

Fonte: Meu Timao

Leia também:
Fluminense finaliza ‘burocracia’, e Corinthians se aproxima de anúncio de Sornoza
Agente e advogado de Boselli são aguardados pela diretoria do Corinthians nesta quinta-feira
Corinthians e Santos finalizam detalhes para a realização de amistoso na Arena; data está definida
Quebra-cabeça: Corinthians inicia 2019 com 31 jogadores no elenco; oito são atacantes