Wagner e Jadson voltam à pauta do Corinthians, que agora ‘torce’ por chineses

Wagner vive indefinição sobre seu futuro em 2017, mas ainda pode chegar

O meio-de-campo do Corinthians pode ficar mais forte nos próximos dias. Mas, para isso, os chineses precisarão colaborar

Trata-se da possibilidade das contratações dos meias Wagner e Jadson, que pertencem a Tianjin Teda e Tianjin Quanjian, respectivamente.

Em relação ao ex-jogador do Fluminense, de 31 anos, o Timão voltou a ter esperanças nas últimas horas após uma sinalização de seu empresário de que o imbróglio financeiro e jurídico com o clube chinês pode ser resolvido de maneira amigável nesta semana – jogador abriria mão de uma quantia financeira e o clube, por sua vez, evitaria ações na Fifa.

A informação, divulgada pelo UOL Esportes, foi confirmada pela reportagem do Meu Timão com uma pessoa ligada ao presidente Roberto de Andrade. Entre jogador e o Corinthians, tudo está resolvido. Tanto salários quanto luvas já estão acertados há algum tempo.

O ex-camisa 10 do Timão é outro que interessa, e pode ser contratado. Para isso, porém, o Tianjin Quanjian teria de aceitar pagar todos os seus vencimentos até o fim do contrato, que seria rescindido devido ao excesso de jogadores estrangeiros. Jadson sabe que não receberá nem perto do que ganha neste momento na China. O Corinthians, por sua vez, não conseguiria pagar um salário acima do que ganhou até dezembro de 2015.

Diante desse cenário, o clube torce para que os chineses paguem tudo que o meia tenha a receber até o fim do contrato, algo semelhante ao ocorrido com Mano Menezes e Vanderlei Luxemburgo, que voltaram ao Brasil bastante satisfeitos com o que receberam para não continuarem em seus clubes.

Fonte: Meu Timao

Leia também:
Fluminense finaliza ‘burocracia’, e Corinthians se aproxima de anúncio de Sornoza
Agente e advogado de Boselli são aguardados pela diretoria do Corinthians nesta quinta-feira
Corinthians e Santos finalizam detalhes para a realização de amistoso na Arena; data está definida
Quebra-cabeça: Corinthians inicia 2019 com 31 jogadores no elenco; oito são atacantes