Corinthians liberou Jean para atuar por conta de acordo político, diz blogueiro; Andrés rebate

Andrés Sanchez retornou ao Brasil após viagem à Europa por reforços (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Dos três jogadores emprestados pelo Corinthians ao Botafogo, o volante Jean teve autorização para atuar neste domingo, em jogo que acabou com a vitória dos cariocas, por 1 a 0, no Estádio Nilton Santos – Yago e Moisés ficaram fora.

De acordo com o jornalista Marcos Paulo Lima, responsável pelo blog Drible de Corpo no site do jornal Correio Braziliense, do Distrito Federal, Jean foi autorizado a jogar pelo presidente Andrés Sanchez após um acordo político com o presidente da Câmara dos Deputados, o botafoguense Rodrigo Maia (DEM-RJ).

O jornalista garantiu que houve um encontro dos dois parlamentares na Câmara e que, durante o bate papo, Maia lembrou a situação dos três impedidos de atuar por questões contratuais e pediu que Moisés e Jean fossem liberados. O Corinthians, então, por meio de Andrés, decidiu pela liberação de um deles: Jean.

Na noite de domingo, a reportagem do Meu Timão questionou o presidente do Corinthians sobre a notícia divulgada pelo blogueiro do DF. Por meio de mensagens, Andrés Sanchez se revoltou com a notícia, rechaçou tal possibilidade e criticou com veemência.

“Isso é mentira, incrível como se inventam coisas. É um roteiro de novela incrível”, detonou o mandatário corinthiano.

Vale lembrar que, tradicionalmente, o Corinthians impede os jogadores emprestados de atuar contra si. Exemplo: contra o Sport, por exemplo, Marlone e Fellipe Bastos ficaram impedidos de atuar tanto em Recife quanto na Arena Corinthians.

Fonte: Meu Timão

Leia também:
Fluminense finaliza ‘burocracia’, e Corinthians se aproxima de anúncio de Sornoza
Agente e advogado de Boselli são aguardados pela diretoria do Corinthians nesta quinta-feira
Corinthians e Santos finalizam detalhes para a realização de amistoso na Arena; data está definida
Quebra-cabeça: Corinthians inicia 2019 com 31 jogadores no elenco; oito são atacantes