Após Léo Príncipe, Corinthians aguarda ofertas de empréstimos para outros quatro jogadores

Juninho Capixaba é um dos nomes cotados para ser emprestado no Corinthians (Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians)

O lateral-direito Léo Príncipe foi anunciado oficialmente pelo Le Havre, da França, nesta quinta-feira, e já se despediu do Corinthians. Agora, a diretoria do Timão trabalha para costurar acordos de empréstimos para outros quatro jogadores do atual elenco.

O Meu Timão apurou que os dirigentes aguardam ofertas nos mesmos moldes para o zagueiro Vilson, o lateral-esquerdo Juninho Capixaba, o meia Rodrigo Figueiredo e o atacante Kazim. O quarteto não deve ser aproveitado por Osmar Loss e, por isso, a intenção de conseguir um destino nos próximos dias, aproveitando a parada da Copa do Mundo, para que os próprios jogadores tenham tempo de se adaptar aos novos clubes.

Vilson está recuperado do problema de cartilagem no joelho esquerdo e, neste momento, treina normalmente com os demais companheiros no CT. Rodrigo Figueiredo voltou do Londrina, onde não agradou e foi dispensado, e segue a rotina de treinos no aguardo. Kazim, que chegou a entrar diante do Flamengo, não deve ser mais utilizado diante do clima ruim que detém com boa parte da torcida.

Juninho Capixaba, por sua vez, deve perder espaço naturalmente para o recém-chegado Danilo Avelar, com passagem de oito temporadas pelo futebol europeu. A tendência é que o reserva imediato de Sidcley seja Avelar e não Juninho, que não conseguiu agradar desde que chegou ao Corinthians.

A diretoria trata o assunto de forma cautelosa para evitar desmotivar os jogadores, além de uma desvalorização no mercado. O objetivo não é liberar o quarteto com pagamento do salário integral de nenhum deles.

Fonte: Meu Timão

Leia também:
Sem esquecer Balbuena, Andrés admite conversas em andamento por renovação de Romero
Déficit do Corinthians aumenta em 2018 e ultrapassa R$ 21 milhões; dívida total é de R$ 504 mi
Corinthians conhece seu grupo no Campeonato Paulista de 2019; mata-mata terá VAR
Corinthians tem parte da premiação na Copa do Brasil bloqueada por dívida; clube rebate