Após empréstimos, Mendoza retorna ao Corinthians com futuro indefinido

Mendoza New York City

Contratado em 2015, atacante passa por Índia e EUA, mas tem de se reapresentar no dia 11 de janeiro. Carille gosta do jogador, que ainda sofre restrições dentro do clube

Um dos principais dilemas do Corinthians neste fim de ano é a definição do futuro do atacante colombiano Stiven Mendoza. Com mais dois anos de contrato no Parque São Jorge, o jogador deve se reapresentar ao clube no próximo dia 11 de janeiro – mas não sabe se fica.

Mendoza passou a temporada emprestado ao New York City FC, dos EUA, time que também contava com nomes como Andrea Pirlo e David Villa. Com o fim da participação da equipe na atual temporada, o colombiano foi devolvido ao Timão, mas liberado para as férias na sequência.

Agora, a diretoria vai avaliar prós e contras antes de definir o destino do gringo, que pode ser liberado mais uma vez. Do grupo que volta de empréstimo apenas o volante Maycon está garantido na pré-temporada alvinegra, nos EUA.

Na volta, o atacante pode ter ao menos um aliado: o técnico Fábio Carille. Afinal, ele foi um dos responsáveis por dar aval à contratação, no início de 2015. A velocidade e a força física de Mendoza chamaram a atenção do ex-auxiliar, efetivado no cargo nesta quinta-feira.

Outro ponto a favor é a irregularidade dos corintianos do ataque. Marlone ainda pode deixar o clube, Rildo já saiu, e nomes como Lucca e Romero sofrem com a desconfiança da torcida.

Por outro lado, a parte extracampo de Mendoza preocupa a diretoria. O colombiano tem um comportamento considerado tranquilo, mas também instável. A adaptação ao Brasil não foi das mais fáceis, bem diferente do que ocorreu com os paraguaios Romero e Balbuena. O primeiro, aliás, era um dos mais próximos do atacante até o empréstimo ao New York City.

Mendoza teve bom início em 2015, mas em agosto foi repassado ao Chennaiyin, da Índia, seu antigo clube. Por lá, virou ídolo e foi decisivo na conquista da liga local por sua equipe. Antes de ir para o New York City, voltou ao Corinthians e chegou a participar da pré-temporada. Seu último jogo pelo time alvinegro foi contra o Fort Lauderdale Strikers, em janeiro. No total, são 31 partidas e três gols em sua passagem pelo Brasil. O contrato vai até dezembro de 2018.

Para o ataque, o Corinthians já acertou as contratações de Luidy, ex-CRB, e Jô, cria do próprio Timão na década passada. O turco Kazim, do Coritiba, também interessa.

Fonte: Ge.com

Leia também:
Fluminense finaliza ‘burocracia’, e Corinthians se aproxima de anúncio de Sornoza
Agente e advogado de Boselli são aguardados pela diretoria do Corinthians nesta quinta-feira
Corinthians e Santos finalizam detalhes para a realização de amistoso na Arena; data está definida
Quebra-cabeça: Corinthians inicia 2019 com 31 jogadores no elenco; oito são atacantes