Corinthians quer definir destino de Kazim nos próximos dias; chegada de Dutra deve atrapalhar turco

Kazim não deve permanecer no Corinthians em 2018 (Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians)

O gol contra o Avaí, que deixou o Corinthians mais perto do heptacampeonato brasileiro, pode ter sido o último de Colin Kazim com a camisa alvinegra. A reportagem do Meu Timão apurou que, neste momento, a possibilidade maior é de o turco ser negociado pelo clube.

Dois são os motivos que fazem a diretoria pensar com mais afinco na liberação do jogador do que na permanência. O primeiro foi a resposta do atacante durante esta temporada, considerada abaixo das expectativas (três gols em 27 jogos). Apesar de um brilho um pouco maior na reta final, Kazim não conseguiu sequer ser considerado um reserva à altura de uma equipe que foi campeã paulista e brasileira. O turco sempre se defendeu usando a temporada exitosa de Jô, que fez 25 gols, foi artilheiro do Brasileiro e ganhou os prêmios de melhor jogador.

O segundo motivo que deve fazer o atacante turco ser liberado pelo Corinthians é a chegada de Júnior Dutra, já anunciada pelo clube em suas mídias sociais. A tendência é que os dois briguem pela mesma posição dentro do elenco. Como o ex-Avaí ainda tem “a expectativa de vingar” como trunfo, a tendência é que o camisa 18 seja emprestado até o fim do contrato (dezembro de 2018).

Vale lembrar que, independentemente dessa disputa acima, o Corinthians contratará ao menos mais um atacante. O colombiano Tréllez é um dos que mais interessa. As negociações com seu agente e o Vitória, dono de seus direitos federativos até fim do próximo ano, se arrastam há cerca de três semanas.

Fonte: Meu Timão

Leia também:
Corinthians anuncia contratação de Ramiro
Corinthians tem interesse em revelação do Bahia e pode fazer operação com europeu por acerto
Corinthians tem interesse em Uendel, do Internacional
Diretor do Fluminense confirma ‘sim’ de M. Gabriel e Corinthians se aproxima de acerto por Sornoza