Sincero, Camacho lamenta reserva e analisa opção de Carille

Camacho perdeu vaga no meio de campo para Fellipe Bastos, recém-chegado ao clube

Titular com Tite, Cristóvão Borges, Oswaldo de Oliveira e com o próprio Fábio Carille em 2016, Camacho deve iniciar a temporada na condição de suplente do Corinthians

Em entrevista coletiva nesta tarde de quarta-feira, no CT Joaquim Grava, o jogador falou a respeito da escolha do treinador por Fellipe Bastos, admitiu chateação com o momento, mas avisou: vai treinar mais para reconquistar seu espaço.

“É normal, o time evoluiu, chegaram peças boas e os caras estão mostrando trabalho. Vai ser isso até o final do ano, vou jogar e vai ter jogo que eu vou ficar no banco. Isso eu encaro com tranquilidade”, afirmou Camacho.

“Bem ou mal, é uma perda da titularidade. Ele (Fellipe) vai começar jogando, eu respeito isso. Ele está jogando bem, é uma opção do Carille, que garantiu que todos vão ter uma oportunidade e é isso. Vou trabalhar duro para conquistar”, acrescentou o camisa 29.

No último treinamento antes do amistoso com a Ferroviária, quarta, na Arena, Camacho foi testado por Carille na equipe reserva. Já Fellipe Bastos, um dos oito reforços do Timão para 2017, trabalhou entre os titulares, ao lado de Giovanni Augusto, Guilherme e Marlone no meio de campo – Gabriel faz a função de primeiro volante, enquanto Jô é a referência do ataque alvinegro.

“Acho que todo mundo tá trabalhando pra isso, ele tá treinando bem, eu tô treinando bem e o Carille vai ter que escolher. Isso engrandece o time, ele vai ter que treinar mais e eu também, com todo mundo vai ser assim. Todo mundo tá com uma sombra, o time reserva tá treinando bem. Acho que isso é bom pro time inteiro”, sintetizou o volante, que apontou diferenças entre o trabalho do ano passado e o de agora.

“Só posso falar durante o treino. Jogos a gente jogou pouco, teve dois na Florida Cup com dez, cinco dias de preparação, então não dá pra falar muito do esquema. A intensidade dos treinos está maior, o time está mais compacto. Acho que a parte defensiva tá um pouco mais equilibrada”.

Questionado sobre sua atuação nos duelos contra Vasco e São Paulo, ambos pela Florida Cup, Camacho foi sincero. “Gostei, individualmente eu acho que fui bem no primeiro jogo e joguei bem no segundo jogo, mesmo tendo ficado mais forte e com menos um. Acho que foi um bom jogo meu. Mas isso acontece, treinamento é isso e no dia a dia ele vai escolher quem estiver melhor”, finalizou.

Fonte: Meu Timao

Leia também:
Fluminense finaliza ‘burocracia’, e Corinthians se aproxima de anúncio de Sornoza
Agente e advogado de Boselli são aguardados pela diretoria do Corinthians nesta quinta-feira
Corinthians e Santos finalizam detalhes para a realização de amistoso na Arena; data está definida
Quebra-cabeça: Corinthians inicia 2019 com 31 jogadores no elenco; oito são atacantes