Sem propostas para 2017, Cássio e Walter devem manter duelo no Timão

cassio-e-walter-corinthians

Concorrentes a uma vaga em 2016, quando se alternaram na meta alvinegra, dupla de goleiros do Timão deve seguir no clube no ano que vem. Decisão será de Carille

Um dos fatos que marcaram o ano do Corinthians foi a disputa entre Cássio e Walter no gol. E, como nenhum dos dois recebeu proposta para sair do clube até agora, a tendência é que a briga por posição siga em 2017, cabendo ao técnico Fábio Carille escolher seu goleiro titular.

Ídolo desde as conquistas da Libertadores e do Mundial em 2012, Cássio acumulou erros, deixou de ser incontestável e perdeu a posição para o Walter nesta temporada, ainda sob o comando do técnico Tite.

Ao longo dos meses, entre as passagens de Cristóvão Borges, Fábio Carille e Oswaldo de Oliveira, eles se alternaram mais duas vezes. Walter terminou o Brasileiro como titular, mas Cássio prometeu retomar a vaga.

– Não posso trabalhar e recuperar minha posição? Essa é a minha meta. Vou voltar, trabalhar bem e recuperar a minha posição. Tenho mais três anos de contrato e fiz toda a minha carreira aqui – afirmou Cássio, na última rodada do Brasileirão.

Com 252 jogos e cinco títulos pelo Corinthians, Cássio atuou 45 vezes neste ano, sofrendo 44 gols. Walter, por outro lado, fez 24 das suas 55 partidas pelo clube em 2016 – levou 22 gols.

Ainda com os jovens Matheus Vidotto e Caíque França no elenco, a tendência é que Douglas Friedrich seja novamente emprestado, como aconteceu no primeiro semestre do ano passado, quando ele acabou cedido ao Grêmio. O goleiro é avaliado pela Chapecoense.

Fonte: Ge.com

Leia também:
Fluminense finaliza ‘burocracia’, e Corinthians se aproxima de anúncio de Sornoza
Agente e advogado de Boselli são aguardados pela diretoria do Corinthians nesta quinta-feira
Corinthians e Santos finalizam detalhes para a realização de amistoso na Arena; data está definida
Quebra-cabeça: Corinthians inicia 2019 com 31 jogadores no elenco; oito são atacantes